Shiatsu e Fasciaterapia

S H I A T S U

A arte do toque e da presença.

Com origem no Japão, Shiatsu é uma arte curativa ancestral. Shiatsu é simultaneamente terapêutico e preventivo, melhorando e fortalecendo as capacidades autocurativas do corpo.

Tal como a acupunctura, envolve a estimulação e desbloqueamento dos caminhos invisíveis que canalizam energia através do corpo.

O Shiatsu significa “pressão dos dedos”, actua ao nível do sistema energético do corpo. O terapeuta de Shiatsu aplica pressão em pontos dos meridianos para estimular o Ki.

F A S C I A T E R A P I A ( Método Danis Bois)

Em 2010 dediquei-me ao estudo da Fasciaterapia Método Danis Bois com o professor Bruno Gonçalves.
A descoberta do Movimento Interno – uma força interna de consciência profunda sempre presente no meu corpo, teve um efeito profundo e transformador. Acedo a uma nova qualidade de presença, integração, paz e felicidade – um sentimento de ligação e vida.

Fáscia é um tecido conjuntivo que une, sustenta, reforça e envolve todas as estruturas do corpo (orgãos, músculos, cérebro, artérias, pele, ossos, células.)

Fasciaterapia – Terapia manual lenta sensível e profunda, que respeita, escuta, amplia, equilibra e restaura o Movimento Interno que nos anima.

Movimento interno – habita nas fáscias do nosso corpo, da camada mais superficial às camadas mais profundas. O movimento Interno apresenta um ritmo de expansão e convergência, é uma força de regulação interna e autónoma do nosso organismo.

As sessões de Fasciaterapia proporcionam um sentimento de presença e ligação do corpo e mente, relaxamento e profunda conexão à nossa essência. É uma experiência intensa, profunda e transformadora.

As quatro ferramentas utilizadas no Método Danis Bois

Terapia Manual – Centrada na escuta da animação interna que habita nas fascias. Através do toque profundo e suave são libertadas tensões, bloqueios musculares e articulares. Permite o relaxamento físico e mental, originando um sentido de presença e integração.

Introspecção Sensorial – Interiorização activa guiada verbalmente que permite tomar consciência do conteúdo silêncioso e inédito do nosso corpo e da nossa vida psíquica: pensamento, sentir, vivência, movimento.. É uma ferramente que trabalha a sensibilidade e a percepção do movimento interno.

Movimento Codificado – Disciplina corporal, afinação do sensível. Permite entrar em contacto com o movimento interno de forma mais autónoma.

Espaço da Palavra – (Diário de Bordo) Integrar e tornar consciente a experiência sensível através da palavra escrita. Ligação entre o sentir e expressar.

Terapeuta: Ana Pedro

Valor:  1 hora 40 €